Filtros

Continente

País

    59 - BIELORRÚSSIA, MOLDÁVIA, TRANSNÍSTRIA e UCRÂNIA

    Tipo: Circuito
    Inicia em: Minsk
    Duração: 18 dias
    Termina em: Kiev
    Cidades: Minsk, Mir, Brest, Lviv, Yaremche, Kamianets-Podilsky, Khotyn, Chisinau, Old Orhei, Tiraspol, Odesa, Kiev

    Itinerário

    ITINERÁRIO (Resumo)
    1º dia –
    Portugal / Minsk (avião)
    2º dia – Minsk
    3º dia – Minsk / Mir
    4º dia – Mir / Brest
    5º dia – Brest
    6º dia – Brest / Lviv (autocarro) (Ucrânia)
    7º dia – Lviv
    8º dia – Lviv / Yaremche
    9º dia – Yaremche / Kamianets-Podilsky
    10º dia – Kamianets-Podilsky / Khotyn / Chisinau (Moldávia)
    11º dia – Chisinau
    12º dia – Chisinau / Old Orhei / Chisinau
    13º dia – Chisinau (Moldávia) / Tiraspol (Transnístria) / Odesa (Ucrânia)
    14º dia – Odesa
    15º dia – Odesa / Kiev (comboio)
    16º dia – Kiev
    17º dia – Kiev
    18º dia – Kiev / Portugal (avião)
     
    Legenda (P, A, J)
    P = Pequeno-almoço A = Almoço J = Jantar
     
    1º dia – PORTUGAL  MINSK (-, -, -)
    Embarque para Minsk, com mudança de avião em rota. Chegada e transfer para o hotel. Alojamento
     
    2º dia – MINSK (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Início das visitas à capital da República da Bielorrússia. Cidade dinâmica, com amplas avenidas, edifícios modernos e históricos, parques intermináveis e infraestruturas bem desenvolvidas. Excursão pelas principais avenidas (Avenida da Independência, Avenida da Vitória) e os monumentos arquitectónicos dos séculos XVII a XX (a câmara municipal, a Catedral do Espírito Santo e a Catedral da Virgem Maria, ruas antigas do subúrbio da Trindade). O Monumento da Vitória e a Biblioteca Nacional (considerados dos edifícios mais destacados do mundo). Tempo livre para actividades de carácter particular. Alojamento.
     
    3º dia – MINSK / MIR (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Partida para Mir, uma pequena cidade a 90 km a sudoeste de Minsk. Durante o percurso, visita a Nesvizh, uma encantadora cidade histórica, das mais antigas do país. Visita ao majestoso Palácio Nesvizh, antiga residência da família aristocrática Radzivili, que também inclui um deslumbrante jardim e uma Igreja Católica Romana do séc. XVI. O complexo dispõe de cerca de 170 quartos e uma série de passagens com ligação aos Mosteiros da cidade. Actualmente, a exposição do Palácio tem em exibição mais de 30 salões, incluindo o salão do Príncipe, o salão Dourado; o Salão Estrela; o salão Hunter´s entre outros. Visita ao Castelo de Mir conhecido como a “flor medieval”. Este castelo é um monumento impressionante de arquitectura, nomeado pela UNESCO como Património Cultural do Mundo. Foi erguido no final do séc. XV e hoje é uma combinação da arquitectura Gótica, Barroca e Renascentista, o que torna o Castelo Mir, único. Este castelo de tijolo vermelho, é também, um marco histórico da cidade e do país. Alojamento no Castelo de Mir.
     
    4º dia – MIR / BREST (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Partida para Brest. Durante o percurso, visita a Kobrin, distrito central na região de Brest e um porto no Rio Mukhavets, localizado a 52 km de Brest. A cidade é associada ao nome do extraordinário Comandante Russo Alexander Suvorov. O comandante residiu nesta cidade de 1797 a 1800 e existe um monumento em sua honra. Destaque para visita ao Histórico Museu Militar, onde Suvorov viveu durante algum tempo. É o único museu na Bielorrússia que tem o nome do Comandante Russo Alexander Suvorov e que se encontra directamente relacionado com a sua vida e trabalho. A maioria dos artigos em exposição são do séc. XVI-XIX. Alojamento.
     
    5º dia – BREST (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Brest é uma cidade tradicional e calma, com a sua famosa rua Sovetskaya e avenidas perfeitas. Mas a atracção principal da cidade é a Fortaleza de Brest. Visita ao Parque Nacional Belovezhskaya Pushcha. Este parque, mundialmente famoso, que está incluído na lista da UNESCO como Património da Humanidade, celebrou o seu sexcentésimo aniversário. É uma das últimas e maiores partes do que resta da imensa floresta primitiva que se encontrava distribuída pela planície Europeia. O parque foi outrora usado como casa e parque de diversões pelas princesas Polacas e czares Russos, que passavam muito tempo a descansar e na caça. O Parque Pushcha tem uma grande diversidade de animais, tem cerca de 200 espécies de pássaros, incluindo codornizes; bufo-real, cegonha-branca e cerca de 60 espécies de mamíferos; como javalis selvagens; cavalos selvagens; alces; veados e talvez os mais famosos, os bisontes, um dos símbolos do país. Visita ao Parque Pushcha e ao Museu da Natureza. Regresso a Brest. Alojamento.
     
    6º dia – BREST  LVIV (Ucrânia) (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Partida para Lviv em autocarro público. Situada na região Ocidental da Ucrânia, Lviv, conhecida como a “Cidade dos Leões”, é o coração e alma do país. Fundada no séc. XIII pelo Rei Danylo Halytchkyj, foi assim nomeada em honra do seu filho Lev. Durante séculos de ocupação Polaca, Austríaca e Soviética, Lviv adquiriu a sua independência em 1991. Alojamento.
     
    7º dia – LVIV (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Visita a pé pela cidade, ao longo da qual é possível apreciar a magnífica paisagem arquitectónica que caracteriza esta cidade e os inúmeros monumentos de estilos e épocas distintas, que vão desde o gótico do séc. XIV – Catedral Latina -, ao Barroco – Catedral de St. George ou Sviatoho Yura. Um dos monumentos em destaque é o Mosteiro de Bernadine, da época Renascentista, e a Capela de Boimes, caracterizadas pela simplicidade e rigor da Igreja Arménia. Continuação da visita ao High Castle Hill, outrora a principal estrutura defensiva da cidade. Destaque para a uma vista privilegiada sobre a região. No centro da cidade, visita à Igreja de St. Nicholas, do séc. XIII, uma das mais antigas Igrejas Ortodoxas de Lviv; a Igreja da Assunção, um dos marcos da cidade; e a Torre de Korniakt, datada do séc. XVI. Continuação da visita ao Museu da Farmácia de Lviv, inaugurado em 1735, e ao Mercado da Avenida, em que a sua história remonta ao séc. XIV. No centro do mercado, encontra-se a Sede de Município, rodeada de 44 casas burguesas, cada uma com a sua arquitectura e história distintas. A visita termina na Svobody Prospekt (Avenida da Liberdade), a principal avenida da cidade de Lviv, onde se localiza um dos edifícios mais impressionantes da cidade: a Casa da Ópera, construída entre 1897 e 1900. Tarde livre. Alojamento.
     
    8º dia – LVIV / YAREMCHE (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. De manhã, partida para Yaremche, uma das cidades mais populares das Montanhas de Cárpatos. Dia completo em Cárpatos. Visita a pé por Yaremche, vista sobre a cascata de Probiy, sobre a qual se irá atravessar através de uma ponte de 20 metros de altura em direcção ao mercado das lembranças. Tempo livre para comprar lembranças tradicionais como vyshyvanka (Roupa tradicional Ucraniana contendo bordados com elementos étnicos Ucranianos); chapéus tradicionais; cintos; caixas de jóias em madeira; cobertas em lã (liznyk) ou chinelos de lã pura. Alojamento.

    9º dia – YAREMECHE / KAMIANETS-PODILSKY (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. De manhã, partida para Kamianets – Podilsky. Não há epíteto capaz de descrever o esplendor desta cidade anciã, pautada por incríveis monumentos, datados entre os séc. XI ao XIX. Marcada por altos e baixos, a cidade de Kamianets-Podilsky constitui um marco na Ucrânia, estando classificada como Património Mundial pela UNESCO. Apesar da sua turbulenta história, Kamianets-Podilskyi conseguiu preservar o seu património de forma singular, sendo a Fortaleza Antiga um dos melhores exemplares da Europa Oriental. Nas torres e masmorras encontram-se exposições únicas, que representam a história desta cidade, através de obras de arte ilustrativas dos tempos medievais e coleções de armas. É também importante, destacar a arquitectura sacra de Kamianets-Podilskyi, fruto da sua riqueza e variedade cultural. Um dos locais especiais entre os tesouros da cidade, pertence à Catedral Arménia e à Igreja Católica de São Pedro e São Paulo, um exemplo da combinação da beleza de duas diferentes arquiteturas religiosas. Continuação para o complexo do Mosteiro Dominicano, mais concretamente, para a Igreja Católica de St. Nicolau, um dos templos mais antigos da cidade. Passear por Kamianets-Podilskyi, permite ter uma autêntica experiência medieval. Alojamento.
     
    10º dia – KAMIANETS-PODILSKY / KHOTYN / CHISINAU (Moldávia) (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Partida em direcção a Chisinau, a capital da Moldávia, durante o percurso, visita à Fortaleza de Khotyn. Esta fortaleza é uma grande atracção na Ucrânia. Foi considerada uma das 7 Maravilhas da Ucrânia, a sua localização foi bem seleccionada, pois fica num território rochoso, perto de uma passagem junto do rio Dnister, com uma paisagem maravilhosa. Quando nos aproximámos é que se consegue ver a sua magnificência, com as suas 5 torres e 40 metros de altura. Chegada a Chisinau. Alojamento.
     
    11º dia – CHISINAU (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Visita à cidade de Chisinau. A história e a vida da Moldávia, ao longo dos séculos, encontra-se bem preservada no Museu de História e Folclore Regional, um complexo bonito de estilo Turco que visitaremos juntamente com o Museu de Belas Artes. Prosseguimento para Cricova, cidade do vinho Moldavo, reconhecida no estrangeiro pelos seus vinhos espumantes. Visita à Adega Cricova, uma verdadeira cidade do vinho subterrânea, com largas ruas, armazéns e salas de degustação. As suas galerias apresentam um comprimento de 60 km, com mais de um milhão de garrafas de vinho branco. Regresso a Chisinau. Alojamento.
     
    12º dia – CHISINAU / OLD ORHEI / CHISINAU (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Partida para Orhei. Uma das grandes maravilhas da Moldávia são os seus mosteiros, o mais famoso é o Mosteiro Cave, em Orhei Vechi. Esta Igreja de Orheuil Vechi, datada do séc. XIII, foi escavada numa encosta de pedra calcária por monges Cristãos – Ortodoxos que acreditavam que a caverna seria resistente contra os invasores. Arqueólogos descobriram recentemente ruínas de banhos Turcos e uma parede protectora que rodeia o complexo religioso, construída no séc. XV. O “Grande” Stefan erigiu a fortaleza em Orhei Vechi no séc. XIV, que foi destruído pelos invasores Tártaros em 1499. A Cave Mosteiro estava inabitada desde séc. I e foi reaberta em 1996, realizando serviços regularmente. O Mosteiro Churchi é um dos mais importantes monumentos arquitectónicos de Bessarabia. É considerado um dos mais bonitos e famosos mosteiros da região. Localizado na floresta de Orhei perto da Vila de Curchi, aproximadamente a 14 km sudoeste da cidade de Orhei. O mosteiro está situado no vale de Vatici, na margem do rio Vatici entre colinas. De tarde, regresso a Chisinau. Alojamento.

    13º dia – CHISINAU (Moldávia) / TIRASPOL (Transnístria) / ODESA (Ucrânia) (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Partida em direcção a Tiraspol, fundada como fortaleza pelo General Suvorov em 1792 e nomeada posteriormente pelos Gregos antigos, como colónia de Tiras. Construída de acordo com o padrão de construção das novas cidades do séc. XVIII, Tiraspol retém características do traçado original da fortaleza. Algumas das casas mais antigas, mantém as suas varandas tradicionais Moldavas, traindo a influência Turca. Continuação até à fronteira da Ucrânia, seguindo até Odesa. Chegada e alojamento.

    14º dia – ODESA (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Desde os tempos antigos, Odesa foi habitada por Citas, Sármatas, Gregos e Eslavos. No século XIII foi anexada ao império tártaro-mongol, a "Horda de Ouro". No início do século XV, foi anexada à Lituânia e, em cerca de 50 anos, à Turquia. Em 1791, o território tornou-se parte do Império Russo. Inicio das visitas, incluindo muitos locais arquitetónicos dos séc. XIX e XX, muitos deles projetados por arquitetos e engenheiros mundialmente famosos. Os mais notáveis ​​são a Casa da Ópera (que lembra a Ópera de Viena e o Teatro Dresden Court), construída entre 1884 e 1887; a Escada Marinha (Potyomkin) (1837-1841) - uma das maiores escadas do mundo; e o coração de Odesa e imortalizado no filme de 1925 de Sergei Eisensteins, Battleship Potemkin; a Rua Deribasivska (Deribasovskaya) com muitas lojas, cafés e restaurantes. Destaque ainda para visita à Catedral Uspensky, de cinco cúpulas, e o Parque Shevchenko, com vista para o Mar Negro. Durante o passeio, visita à Galeria de Belas Artes (formalmente o Palácio do Conde Pototsky), que abriga pinturas russas e ucranianas do século XV. Tarde livre para atividades de carácter particular. Alojamento.
     
    15º dia – ODESA  KIEV (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Continuação das visitas a Odesa, destaque para as Catacumbas, criadas há quase 200 anos durante a mineração de materiais de construção que eram usados para construir a cidade. Atualmente, são um labirinto de 2.500 km de entradas, saídas, cavernas e túneis. Durante a Segunda Guerra Mundial, em 1941, as catacumbas de Odesa foram escolhidas como o campo da unidade dos partidários, as provisões e armas eram suficientes para que a unidade permanecesse no subsolo durante meio ano. De tarde, possibilidade de visita opcional à Fábrica de Vinho Shabo ou Fortaleza de Belgorod. Em hora a combinar, transfer para a estação de comboios para embarque em direção a Kiev. Noite a bordo.
     
    16º dia – KIEV (P, -, -)
    De manhã cedo, chegada a Kiev e transfer ao hotel para pequeno-almoço. Kiev é uma cidade bonita com uma cultura rica e história secular. Inicio das visitas, a Catedral de Santa Sofia e o Complexo do Mosteiro, uma verdadeira pérola da arquitetura mundial, os maiores frescos e coleção de mosaicos do mundo. A igreja de St. Andrews, de estilo barroco projetada em 1754 pelo arquiteto italiano Bartolomeo Rastrelli, a Catedral de Vladimir, o mais proeminente complexo de pintura sacra do final do séc. XIX, decorado por artistas mundialmente conhecidos, a Golden Gates, que é um portal histórico nas antigas muralhas da cidade de Kiev, a antiga Colina de Kiev (Colina de Vladimir), o local onde os primeiros assentamentos foram estabelecidos (482 a.C.), a cópia do porão da Igreja Desyatinnaya (século X), a igreja cristã mais antiga, fundada pelo Príncipe Vladimir. De tarde, visita ao Mosteiro Kyiv-Pechersk Lavra, de cúpula dourada, o mais famoso objeto de atração turística de Kiev, que foi considerado Património Mundial da UNESCO. Destaque ainda para visita às cavernas onde viveram e foram enterrados monges, a mistura das temperaturas frias e atmosfera húmida das cavernas permitiu que os corpos dos mortos pudessem mumificar. Este mosteiro ainda em funcionamento contém numerosas igrejas, torres, uma gráfica, quilómetros de labirintos com túneis subterrâneo, numerosas igrejas e alguns museus com verdadeiras riquezas. Alojamento.
     
    17º dia – KIEV (P, -, -)
    Pequeno almoço no hotel. Visita ao Museu Ucraniano de Arquitetura Popular e Vida Rural em Pirogovo. No percurso, passagem por colinas pontilhadas por bosques, um grande número de chalés, igrejas, fazendas e moinhos de madeira do séc. XVII a XX. O museu é dividido em sete pequenas aldeias que representam as áreas regionais de Podolia, Carpathia, Polesia, Poltava, Ucrânia Meridional, Sloboda Ucrânia e o Vale Central do Rio Dnipro. Tarde livre para atividades de carácter particular. Alojamento.
     
    18º dia – KIEV  PORTUGAL (P, -, -)
    Pequeno almoço no hotel. Em hora a combinar localmente, transfer para o aeroporto e embarque no voo para Portugal com mudança de avião em rota.
     
    Legenda (P, A, J)
    P = Pequeno-almoço A = Almoço J = Jantar
     

    Fim dos nossos serviços.


    Datas, Preços, Suplementos

    DIAS de PARTIDA: Diários
     
    Preços por pessoa segundo ocupação do quarto (mínimo 2 participantes):
     
    HOTÉIS PREVISTOS ou SIMILARES:
    (Classificação de acordo com as normas hoteleiras LOCAIS)

    MINSK – Hotel Monasyursly 3*
    MIR – Hotel Mir Castle 4*
    BREST – Hotel Vesta 3*
    LVIV – Hotel Reikartz Medival 4*
    YAREMCHE – Hotel Stanislavsky 4*
    PODILSKY – Hotel Reikartz Kamianets Podilsky 4*
    CHISINAU – Hotel Dacia 4*
    ODESA – Hotel Milano 4* 
    KIEV – Hotel Ukraina 4*
     
    PERÍODO TRIPLO DUPLO SINGLE
    01/01/19 a 31/12/19 2 955,00 € 3 440,00 € 3 910,00 €
     
     
    Nota*: Os quartos triplos, são compostos por 1 ou 2 camas, mais 1 cama extra. As condições de conforto são menores do que as dos quartos duplos. A reserva de um quarto triplo, implica a aceitação deste facto.
     
    Nota: Este programa foi calculado com base numa tarifa aérea acordada com a companhia aérea LUFTHANSA. Caso não haja disponibilidade de lugares nessa tarifa, ofereceremos uma alternativa ou no escalão tarifário seguinte, ou noutra companhia aérea, mediante um suplemento a informar. A classe de reserva que serve de base ao programa é a classe “T”.
     
    Suplemento de tarifa aérea com a LUFTHANSA:
     
    Período  Classe T Classe S Classe W Classe V Classe Q
    01/01/19 a 31/12/19 Sem supl. 29,00 € 63,00 € 107,00 € 136,00 €
     
     
    Taxas de aviação com a LUFTHANSA = 279,00 € por pessoa (valor a reconfirmar)
     
    Preço final por pessoa = Preço do quadro de acordo com a opção escolhida + Suplemento de Tarifa Aérea (se existir) + Taxas de Aviação (a reconfirmar na altura da emissão dos Bilhetes)

    Outras Informações

    O preço inclui:
    - Passagem aérea mencionada em classe económica
    - Transferes aeroporto / hotel / aeroporto
    - Bilhete de autocarro Brest / Lviv
    - Bilhete de comboio, categoria 2ª classe Odesa / Kiev
    - Estadia nos hotéis mencionados em regime de alojamento e pequeno almoço
    - Circuito em privado, com guia a falar Inglês
    - Todas as visitas e entradas mencionadas no itinerário
    - Seguro de viagem
     
    O preço não inclui:
    - Taxas de aviação (a informar depois de cálculo)
    - Bebidas e refeições
    - Gorjetas
    - Serviços não mencionados e extras de carácter pessoal
     
    Seguro de viagem:
    - Todas as viagens organizadas pela 4x4 Viagens, estão cobertas por um seguro de viagem
    - Existem três tipos de seguro: o MULTIVIAGENS (incluído no preço), o MULTIVIAGENS VIP e o MULTIVIAGENS ALL IN.
    - As condições gerais de cada seguro poderão ser consultadas no final da página do nosso site.
     
    Passaporte, Vistos e Vacinas:
    - Passaporte com validade mínima de 6 meses após o regresso e com 2 páginas em branco
    - É necessário visto de entrada na Bielorrússia para cidadãos Portugueses (consultar)
    - Não são obrigatorias vacinas
     
    Condições especiais de cancelamento:
    Consultar as condições gerais (ver no final da página). 
    Partilha esta viagem

    Caso necessite de mais informações, preencha o seguinte formulário

    A sua mensagem será encaminhada para os responsáveis e processada com a maior das brevidades. Obrigado
    ERRO
    Enviar