Filtros

Continente

País

    1800 - O MELHOR da MONGÓLIA com DESERTO de GOBI

    Tipo: Circuito
    Inicia em: Ulan Bator
    Duração: 14 dias
    Termina em: Ulan Bator
    Cidades: Ulan Bator, Grande Estátua de Genghis Kan, Parque Nacional Terelj, Baga Gazarin Chuluu “Gobi Centro”, Deserto de Gobi “Gobi Sul”, Ruinas do Templo Onguiin, Karakorum (Vale de Orkhon), Reserva Natural Khogno Khaan, Dunas Elsen Tasarkhai

    Itinerário

    Circuito PRIVADO com guia em Espanhol | 20 refeições incluídas
     
    ITINERÁRIO (resumo):
    1º dia –
    Portugal / Ulan Bator (avião)
    2º dia – Chegada a Ulan Bator
    3º dia – Ulan Bator (visita de cidade)
    4º dia – Ulan Bator / Grande Estátua de Genghis Kan / Parque Nacional Terelj
    5º dia – Parque Nacional Terelj / Baga Gazarin Chuluu “Gobi Centro”
    6º dia – Baga Gazarin Chuluu “Gobi Centro” / Deserto de Gobi “Gobi Sul”
    7º dia – Deserto de Gobi “Gobi Sul” (Canyon Yolin e Dunas Khongor)
    8º dia – Deserto de Gobi “Gobi Sul” (Dunas Khongor e Penhascos de Fogo de Bayan Zag)
    9º dia – Deserto de Gobi “Gobi Sul” / Ruinas do Templo Onguiin
    10º dia – Ruinas do Templo Onguiin / Karakorum
    11º dia – Karakorum (Vale de Orkhon)
    12º dia – Karakorum / Reserva Natural Khogno Khaan / Dunas Elsen Tasarkhai
    13º dia – Dunas Elsen Tasarkhai / Ulan Bator
    14º dia – Ulan Bator / Portugal (avião)
     
    Legenda (P, A, J)
    P = Pequeno-almoço   A = Almoço   J = Jantar 

    1º dia – PORTUGAL  ULAN BATOR (-, -, -)
    Embarque com destino a Ulan Bator, com mudança de avião em rota. Noite a bordo.

    2º dia – Chegada a ULAN BATOR (-, -, -)
    Chegada a Ulan Bator, capital da Mongólia. Assistência e transporte para o hotel (quartos podem ser utilizados a partir das 14 horas). Resto de dia livre para atividades de caráter pessoal. Alojamento.

    3º dia – ULAN BATOR (visita de cidade) (P, A, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Saída para visita panorâmica da cidade que inclui o Mosteiro de Gandan, o mais alto e mais importante mosteiro budista da Mongólia, que abriga um buda com 25 metros de altura. Foi fundado em 1809 sob o nome de Templo Amarelo e contem uma biblioteca com as escrituras budistas de Gandjuur (8 volumes), seus comentários (225 volumes) e outros escritos usando as 9 pedras preciosas. Visita ao Museu de História da Mongólia, com uma rica coleção de valores históricos e culturais desde a Idade da Pedra até o presente, à Praça Central com o Complexo de Monumentos para “Genghis ou Chinggis Khan”, construído em 2006, por ocasião do 800º Aniversário da Fundação do Estado da Mongólia. Atualmente, “Genghis ou Chinggis Khan” é o símbolo da união e da bravura do povo mongol. Almoço em um restaurante local. Após o almoço, visite ao Palácio de Inverno de Bogd Kan, o único palácio que permanece. O Palácio de Inverno de Bogd Khan continua a ser o museu do último monarca. O complexo inclui seis templos. No final da tarde, espetáculo folclórico de canto e danças Mongóis (jantar não incluído). Regresso ao hotel e alojamento.

    4º dia – ULAN BATOR / Grande Estátua de GENGHIS KAN / Parque Nacional TERELJ (P, A, J)
    Pequeno-almoço no hotel. De manhã, saída em direção à Grande Estátua de Genghis Khan, que brilha na planície, no vale sagrado dos nómadas. É uma estátua de aço inoxidável que mede 40 metros de altura.  Na base da estátua, os visitantes podem ver a réplica do lendário chicote dourado do Grande Khan. Os turistas podem subir de elevador dentro da estátua. Visita a um pequeno museu localizado no porão da Grande Estátua de Genghis Khan. Continuação para o Parque Nacional Terelj, no sopé das Montanhas Khenti, na região onde nasceu Genghis Khan, localizado a 1600 metros acima do nível do mar, com grandes rochas graníticas, montanhas, planícies, florestas alpinas e grandes formações rochosas de formas curiosas, como é a rocha da tartaruga ou o monge que lê o livro. Na primavera ou no verão, o parque está cheio de flora selvagem de grande cor, tornando-se uma das áreas mais estéticas e bonitas do país. É também o habitat de um grande número de espécies animais: foram identificadas cerca de 250 espécies de aves e 50 mamíferos, bem como as diferentes espécies aquáticas nos rios que a atravessam. Foi declarado Parque Nacional em 1993 e abrange uma área de 300 mil hectares. Tempo para tirar algumas fotografias e comprar algumas lembranças. Visita à rocha com a forma de uma tartaruga, símbolo do Parque Nacional Terelj. De seguida, uma caminhada suave para o Templo de Meditação de Arryabal, no topo de uma colina. Jantar e alojamento num acampamento turístico em “gers” tendas tradicionais dos nómadas.

    5º dia – Parque Nacional TERELJ / BAGA GAZARIN CHULUU “Gobi Centro” (P, A, J)
    Pequeno-almoço no acampamento. De manhã, Saída em veículos 4x4 em direção a Baga Gazarin Chuluu (“Rochas” da Mongólia), um conjunto de formações rochosas de granito na zona centro do deserto de Gobi a 1768 metros de altura, com 15 quilómetros de comprimento e 10 quilómetros de largura. Aqui viveram dois monges no século 19, que deixaram algumas inscrições nas rochas e afirma-se que neste lugar acampou “Genghis Kan”. Nesta região existem pinturas rupestres, rochas e fontes minerais. Tempo livre para uma caminhada através do conjunto de formações rochosas de granito. De seguida, visita às ruínas do Templo Sum Khunkh Burd, construído no século 10. Continuação para alojamento num acampamento turístico em “gers” tendas tradicionais dos nómadas. Tempo livre. Almoço e jantar incluídos.

    6º dia – BAGA GAZARIN CHULUU “Gobi Centro” / DESERTO de GOBI “Gobi Sul” (P, A, J)
    Pequeno-almoço no acampamento. De manhã, saída em direção ao sul do Deserto de Gobi. Gobi significa literalmente deserto em mongol. Este é um lugar cheio de vida formado principalmente por planícies onde a vegetação e a pastagem crescem, e apenas 3% da área total é areia. Gobi é a maior área protegida da Ásia e em 1991 foi designada Reserva da Biosfera pela UNESCO. Nesta região, foram encontrad os importantes depósitos fósseis. Também merecem destaque as montanhas dos Gobi orientais, que abriram alguns dos últimos ursos do deserto do mundo, bem como várias espécies de camelos, cavalos e répteis. Pode ser considerado um dos desertos, ou as maiores e mais importantes áreas do deserto do mundo. Está rodeado pelas Montanhas Altai e as planícies da Mongólia ao norte. O Gobi é composto de diferentes regiões geográficas e ecológicas, com base em suas variações de clima e topografia. Historicamente, o Deserto de Gobi é conhecido por ter sido parte do Império Mongol e por localizar várias cidades importantes ao longo da Estrada da Seda. Ao ocupar 30% do território nacional, o grande Gobi da Mongólia inclui montanhas caprichosas, dunas arenosas, vastos planaltos, planícies com ervas aromáticas e, claro, um mundo animal muito variado. O Gobi é a fonte de alguns dos achados fósseis mais incríveis da história, incluindo os primeiros ovos de dinossauro. O deserto e as regiões circundantes fornecem comida para muitos animais, incluindo a gazela de cauda negra, o furão pintado e o charadrius. Tempo livre. Neste lugar à noite (se as condições atmosféricas permitirem), podemos admirar a constelação da Via Láctea com milhões de estrelas. Alojamento num acampamento turístico em “gers” tendas tradicionais dos nómadas. Almoço e jantar incluídos.

    7º dia – DESERTO de GOBI “Gobi Sul” (Canyon Yolin e Dunas Khongor) (P, A, J)
    Pequeno-almoço no acampamento. De manhã, saída a pé para explorar o “Canyon Yolin”, o desfiladeiro do abutre, no Parque Nacional Gobi Gurvasaikhan, estabelecido em 1993, com cerca de 27,000 km², o maior da Mongólia. Deve o seu nome às montanhas Gurvansaiján (três belezas, das cordilheiras leste, médio e ocidental, que formam a parte oriental do parque). Existem inúmeras espécies nativas de animais e plantas, como o irbis ou leopardo da neve e o camelo do Gobi. À entrada da área protegida, teremos a oportunidade de visitar um pequeno museu com uma  interessante coleção da flora e fauna do deserto de Gobi e seus minerais. Uma vez no “Canyon Yolin”, podemos percorrer o vale, que se estreita e se torna um desfiladeiro no fundo do qual corre uma torrente de água, congelada a maior parte do ano até o início de julho, considerado um dos lugares mais espetaculares do Gobi. Almoço incluído. Partida para as enormes dunas conhecidas como “Khongor”, que em mongol significa “as dunas cantoras”, devido ao som do vento contra as dunas. “Khongor” é um conjunto de dunas com mais de 100 metros de altura, com um extraordinário comprimento de 180 kms e uma largura de 15 a 20 metros. Alojamento num acampamento turístico em “gers” tendas tradicionais dos nómadas. Almoço e jantar incluídos.

    8º dia – DESERTO de GOBI “Sul” (Dunas Khongor e Penhascos de Fogo de Bayan Zag) (P, A, J)
    Pequeno-almoço no acampamento. De manhã, caminhada pelas dunas até pico mais alto que os nómadas chamam de “Pico Cantante” por causa do ruído produzido pelo vento, onde podemos observar uma maravilhosa paisagem de dunas de areia localizadas num oásis, cercada por montanhas rochosas. Passeio de duas horas em camelo bactriano. De seguida, visita a uma autêntica família de nómadas. Almoço incluído. Após o almoço, partida em direção aos Penhascos de Fogo de “Bayan Zag”, local arqueológico no deserto do sul do Gobi. No início do século 20, um americano, o Dr. Roy Andrews Chapman, organizou a primeira expedição em busca de dinossauros ao deserto de Gobi. Na área de Bayan Zag, foram encontrados os maiores depósitos de fósseis de dinossauros do mundo. Chegada e alojamento. Saída para explorar os Penhascos de Fogo de “Bayan Zag”, onde foram descobertas centenas de ovos fossilizados de dinossauros, bem como esqueletos completos desses grandes répteis pré-históricos do período Cretáceo. Atualmente, vários espécimes de dinossauros completos de “Bayan Zag” são exibidos no Museu Natural de Ulaanbaatar e no Museu Natural de Nova York. Oportunidade ainda para desfrutar de um belo pôr do sol. Alojamento num acampamento turístico em “gers” tendas tradicionais dos nómadas. Almoço e jantar incluídos.

    9º dia – DESERTO de GOBI “Sul” / Ruinas do Templo ONGUIIN (P, A, J)
    Pequeno-almoço no acampamento. De manhã, saída com destino às ruínas do Templo de Onguiin, através das planícies semi-desérticas de Saikhan Ovoo na parte central do deserto de Gobi, onde sentiremos ar quente e seco num horizonte que parece não acabar. De tarde, caminhada para visita às ruínas do Templo de Onguiin (séc. XVII), foi o maior centro religioso budista do sul da Mongólia e visitado pelo atual Dalai Lama. Oportunidade para desfrutar e relaxar numa sauna (não incluído). Alojamento num acampamento turístico em “gers” tendas tradicionais dos nómadas. Almoço e jantar incluídos.

    10º dia – Ruinas do Templo ONGUIIN / KARAKORUM (P, A, J)
    Pequeno-almoço no acampamento. De manhã, saída em direção ao Norte para Karakorum, localizado na Mongólia Central, é a antiga capital do Grande Império Mongol, onde “Genghis Kan” começou a construção da capital em 1220 (mais tarde foi destruído pela Soldados Manchu). Durante o percurso, visita a uma das famílias nómadas, com seus rebanhos de cavalos, iaques, ovelhas, touros, etc. O encontro ocasional com uma dessas famílias e seu estilo de vida é uma experiência seguramente inesquecível. Chegada a Karakorum e alojamento num acampamento turístico em “gers” tendas tradicionais dos nómadas. Almoço e jantar incluídos.

    11º dia – KARAKORUM (Vale de Orkhon) (P, A, J)
    Pequeno-almoço no acampamento. De manhã, saída para visita ao lendário Mosteiro Erdene Zuu (Cem Tesouros), o Monumento da Tartaruga e o Museu Karakorum, para ver as relíquias da antiga capital do Império Mongol. O mosteiro budista Erdene Zuu com as suas 108 stupas e a primeira lamasería budista (Mosteiro de Lamas) datado do século XVI que foi a sede religiosa mais importante. No momento, constitui uma visão impressionante, com suas paredes, stupas e templos, ocupando um recinto de 400 metros quadrados cercados pela planície. Continuação para o Vale de Orkhon, declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 2004, por representar a evolução das tradições de gado nómadas por mais de dois milênios. Oportunidade para explorar o vale que abrange uma área protegida de 7.537 hectares e uma área de reserva com 143.867 hectares. O belo Vale de Orkhon é o berço de nómadas, como os turcos e os mongóis. Visita aos Memoriais dos turcos no vale do rio Orkhon, construídos em homenagem aos príncipes turcos do século VIII “Bilge Khan e Kul Tigin” com suas inscrições de Orjon, que são admitidos como os monumentos mais impressionantes dos nómadas do Império Gokturk. Durante o percurso, visita a uma das famílias nómadas, com seus rebanhos de cavalos, iaques, ovelhas, touros, etc. O encontro ocasional com uma dessas famílias e seu estilo de vida é uma experiência seguramente inesquecível. Regresso ao acampamento turístico em Karakorum e alojamento. Almoço e jantar incluídos.

    12º dia – KARAKORUM / Reserva Natural KHOGNO KHAAN / Dunas ELSEN TASARKHAI (P, A, J)
    Pequeno-almoço no acampamento. De manhã, saída para a Reserva Natural Khogno Khaan, a uma altitude de 1967 metros, com possibilidades de fazer trekking ou caminhadas. Visita ao pequeno templo “Uvgun” em funcionamento. O templo foi destruído em 1660 e reaberto em 1992, atualmente é atendido por dois monges de Ulan Bator. Continuação para as Dunas de Elsen Tasarkhai (conhecido como o deserto de Bayangobi), lindas dunas de areia do deserto que se estendem por mais de 80 quilómetros, criando uma ótima oportunidade para fotografar paisagens. Passeio pelas dunas durante uma hora em camelo bactriano. No final do dia, podemos admirar um lindo pôr do sol sobre as dunas. Alojamento em acampamento turístico no deserto de Bayangobi, em “gers” tendas tradicionais dos nómadas. Almoço e jantar incluídos.

    13º dia – Dunas ELSEN TASARKHAI / ULAN BATOR (P, A, -)
    Pequeno-almoço no acampamento. Regresso a Ulan Bator. Chegada e transporte para o hotel. Almoço de despedida em um restaurante local. Tempo livre para comprar as últimas lembranças e regresso ao hotel. Alojamento.

    14º dia – ULAN BATOR  PORTUGAL (-, -, -)
    Em hora a indicar localmente, transporte para o aeroporto. Formalidades de embarque e partida com destino a Portugal, com mudança de avião em rota. Chegada.
    Legenda (P, A, J)
    P = Pequeno-almoço   A = Almoço   J = Jantar

     
    Fim dos nossos serviços.


    Datas, Preços, Suplementos

    DIAS de PARTIDA em 2018: Diários de 01/06/18 a 31/08/18
     
    Preço por pessoa segundo ocupação no quarto (mínimo 2 participantes):

     
    HOTÉIS PREVISTOS ou SIMILARES:
    ULAN BATOR – Hotel Blue Sky & Tower ou Hotel Premium Palace ou Hotel Holiday Inn ou Hotel Voyage ou Hotel BT
    PARQUE NACIONAL TERELJ – Acampamento Turístico (alojamento em gers “tendas tradicionais dos nómadas”)
    BAGA GAZARIN CHULUU (Gobi Centro) – Acampamento Turístico (alojamento em gers “tendas tradicionais dos nómadas”)
    DESERTO de GOBI (Gobi Sul) – Acampamento Turístico (alojamento em gers “tendas tradicionais dos nómadas”)
    TEMPLO ONGUIIN (Gobi Centro) – Acampamento Turístico (alojamento em gers “tendas tradicionais dos nómadas”)
    KARAKORUM – Acampamento Turístico (alojamento em gers “tendas tradicionais dos nómadas”)
    DUNAS ELSEN TASARKHAI – Acampamento Turístico (alojamento em gers “tendas tradicionais dos nómadas”)
     
    PERÍODO 2 DUPLOS
    (4 pessoas)
    TRIPLO* DUPLO SINGLE
    01/06/18 a 31/08/18 2 950,00 € 3 010,00 € 3 450,00 € 3 605,00 €
     
      
    Nota*: Os quartos triplos, são compostos por 1 ou 2 camas, mais 1 cama extra. As condições de conforto são menores do que as dos quartos duplos. A reserva de um quarto triplo, implica a aceitação deste facto.
     
    Nota: Preços não são válidos para o período entre 9 a 20 de Julho, durante o Festival Naadam.
     
    Nota 1: Este programa foi calculado com base numa tarifa aérea acordada com a companhia aérea AEROFLOT RUSSIAN AIRLINES. Caso não haja disponibilidade de lugares nessa tarifa, ofereceremos uma alternativa ou no escalão tarifário seguinte, ou noutra companhia aérea, mediante um suplemento a informar. A classe de reserva que serve de base ao programa é a classe “T”.
     
    SUPLEMENTO de TARIFA AÉREA com a AEROFLOT RUSSIAN AIRLINES:
     
    Período: classe T classe Q classe L classe H classe K
    01/06/18 a 31/08/18 sem supl. 85,00 € 170,00 € 265,00 € 360,00 €
     
     
    Taxas de aviação com a AEROFLOT = 349,00 € por pessoa (valor a reconfirmar na data de emissão dos bilhetes)
     
    Preço final por pessoa = Preço do quadro de acordo com a opção escolhida + Suplemento de Tarifa Aérea (se existir) + Taxas de Aviação (a reconfirmar na altura da emissão dos Bilhetes)

    Outras Informações

    O preço inclui:
    - Passagens aéreas mencionadas em classe económica
    - 3 noites de alojamento em Ulan Bator em regime de alojamento e pequeno-almoço
    - 9 noites de alojamento em acampamento turístico em gers “tendas tradicionais dos nómadas”
    - Refeições conforme o itinerário
    - Almoço de despedida em restaurante local
    - Circuito em privado com guia em espanhol
    - Entradas incluídas: parques nacionais, reservas naturais, grande estátua de Genghis Khan, monumentos, museus e mosteiros, visita a uma autêntica família nómada, espetáculo folclórico de canto e danças Mongóis e passeio em camelo bactriano nas dunas.
    - Seguro de viagem.

    O preço não inclui:
    - Taxas de aviação (a informar depois de cálculo)
    - Visto de entrada na Mongólia
    - Excesso de bagagem no veículo todo o terreno na Mongólia (limite 15 kg por pessoa)
    - Extras e actividades de caracter pessoal
    - Bebidas às refeições.

    Seguro de viagem:
    - Todas as viagens organizadas pela 4x4 Viagens, estão cobertas por um seguro de viagem.
    Existem três tipos de seguro: o MULTIVIAGENS (incluído no preço), o MULTIVIAGENS VIP e o MULTIVIAGENS ALL IN.
    - As condições gerais de cada seguro poderão ser consultadas no final da página do nosso site.

    Passaporte, Vistos e Vacinas:
    - Passaporte com validade mínima de 6 meses a contar da data de regresso
    - Visto de entrada na Mongólia para cidadãos portugueses (cerca de 65 usd a pagar localmente)
    - Carta convite entregue pela 4x4 para entrada na Mongólia
    - Não é necessário visto de entrada no Quirguistão para cidadãos portugueses
    - Não são obrigatórias vacinas.

    Condições especiais de cancelamento:
    Condições especiais de cancelamento entre 180 dias e o dia de partida (consultar os nossos serviços)
    Condições gerais (ver no final da página)

    O alojamento fora de ULAN BATOR: são os tradicionais acampamentos turísticos, em tendas tipo Gers, tendas tradicionais dos nómadas, espaçosos e dotados para os turistas. Em alguns acampamentos, às vezes corta-se a corrente elétrica a partir das 22h00 ou 24h00. Alguns acampamentos, dependem de um gerador que funciona durante um horário limitado. Em todos os acampamentos turísticos, os chuveiros e as casas de banho ficam longe das tendas, sobretudo para ir de noite. Em alguns acampamentos, não há bebidas frias, porque os Mongóis estão acostumados a beber bebidas quentes por causa do frio e não ligam os frigoríficos por causa dos constantes cortes de eletricidade.

    Limite de bagagem nos veículos 4x4:
    Só é permitido o transporte de um saco de viagem com o peso de 15kg por pessoa, não havendo espaço para carregar excesso de bagagem. Não são permitidas malas rígidas. Se houver excesso de bagagem, o nosso representante local reserva-se ao direito de não efetuar a partida do circuito, cancelando a partida localmente, não havendo lugar a qualquer tipo de reembolso.
    É obrigatório deixar o excesso de bagagem no hotel em Ulan Bator (grátis) antes da saída.
    Partilha esta viagem

    Caso necessite de mais informações, preencha o seguinte formulário

    A sua mensagem será encaminhada para os responsáveis e processada com a maior das brevidades. Obrigado
    ERRO
    Enviar