Filtros

Continente

País

    382 – CIRCUITO ANDINO (Argentina, Bolívia e Chile)

    Tipo: Circuito
    Partida: Buenos Aires
    Duração: 16 dias
    Chegada: Santiago do Chile
    Destaques: Norte da Argentina, Salar do Uyuni e Deserto do Atacama

    Itinerário

    ITINERÁRIO (Resumo):
    1º dia – Portugal / Buenos Aires (avião)
    2º dia – Buenos Aires
    3º dia – Buenos Aires / Salta (avião)
    4º dia – Salta / Cafayate / Salta
    5º dia – Salta / San Antonio de los Cobres / Salta
    6º dia – Salta / La Quiaca / Villazon / Tupiza
    7º dia – Tupiza / Uyuni
    8º dia – Uyuni / Tahua
    9º dia – Tahua / Ojo de Perdiz
    10º dia – Ojo de Perdiz / Hito Cajon / São Pedro de Atacama
    11º dia – S. Pedro de Atacama / Geysers del Tatio / Vale da Lua
    12º dia – S. Pedro de Atacama / Lagoas Altiplânicas / S. Pedro de Atacama
    13º dia – S. Pedro de Atacama / Calama / Santiago do Chile (avião)
    14º dia – Santiago do Chile
    15º dia – Santiago do Chile / Portugal (avião)
    16º dia – Chegada a Portugal
     
    Legenda (P, A, J)
    P = Pequeno-almoço   A = Almoço   J = Jantar

     
    Nota:
    a) Esta viagem não se realiza em grupo, e só tem guia acompanhante nas excursões indicadas

    1º dia – PORTUGAL  BUENOS AIRES (-, -, -)
    Saída em voo regular com destino a Buenos Aires, com mudança de avião em rota. Chegada e transfer PRIVADO com guia para o hotel. Estadia em regime de alojamento e pequeno almoço. Tempo livre.
     
    Buenos Aires é uma das maiores cidades do mundo, que com seus os subúrbios, supera os onze milhões de habitantes. É também a cidade mais elegante e activa de América do Sul, e a que melhor resume a variada e heterogénea essência do argentino. Cidade de estrutura moderna e actividade dinâmica têm sabido conservar velhas tradições e recantos. Fascina ao visitante pelo seu ambiente, pela diferente personalidade de cada um dos seus bairros, a cordialidade de sua gente e pela sua ampla oferta cultural. Buenos Aires é a grande porta cosmopolita da América do Sul.
     
    2º dia – BUENOS AIRES (P, -, -)
    Pequeno almoço no hotel. VISITA da CIDADE em serviço regular (em conjunto com outras pessoas). A visita regular, recolhe passageiros nos hotéis do Centro, Puerto Madero, Recoleta e San Telmo. Percorre os principais atractivos da cidade, e faz paragens em La Boca para ver Caminito e na Praça de Maio (frente à Casa do Governo). Panorâmica por Madero, San Telmo, Av. 9 de Julho (Obelisco) , Teatro Colon, La Recoleta e pelos Bosques de Palermo. Terminada a visita, os passageiros podem sair no Centro, nas Galerias Pacífico / calle Florida, em Puerto Madero, ou Av. 9 de Julho.
    Nota: A visita não termina no hotel.
     
    Possibilidade de "VISITA da CIDADE de BUENOS AIRES em PRIVADO, com guia em EXCLUSIVO " - MUITO RECOMENDADO
     
    Tempo livre. Alojamento. À noite sugerimos OPCIONAL "Jantar com SHOW de tango".
    À noite sugerimos OPCIONAL "Jantar com SHOW de tango".

    Excursão opcional nº 1) JANTAR C/SHOW TANGO. Transferes, jantar com show de tango (ver preços em baixo).

     
    3º dia – BUENOS AIRES  SALTA (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. De manhã, transfer para o aeroporto e embarque para Salta. Chegada e transfer para o hotel. De tarde, visita da cidade, da qual destacamos a Catedral Basílica de 1855, onde os restos do General Güemes, o Centro Cultural das Américas, o Museu Histórico do Norte (Cabildo) com exibições de arte sacro e com salas dedicadas a antigas famílias Saltenhas, a Igreja São Francisco, o Convento San Bernardo da ordem dos Carmelitas e o Monumento ao General Güemes. Subida ao monte de São Bernardo, onde teremos uma vista panorâmica da cidade. Passaremos pelo monumento da Batalha de Salta (na que participou Belgrano) e pelo Parque 20 de Fevereiro, partindo de imediato para os arredores da cidade, para visitar a vila de São Lorenzo com o seu microclima subtropical e o Mercado Artesanal onde expõe artesãos de toda a província. Alojamento no hotel.
     
    4º dia – SALTA / CAFAYATE / SALTA (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Começando pelo Vale de Lerma, atravessaremos campos de cultivo de tabaco e aldeias de arquitectura colonial, como Alemania, que costumava ser o ponto final do caminho de ferro de Belgrano. Entraremos na “Quebrada do Rio das Conchas” onde as curiosas formações corroídas pelo vento e pela água serão o principal atractivo: formações que lembram dunas, o sapo, o bispo, a garganta do diabo, os castelos, o anfiteatro, entre outros. Continuação pela estrada nacional nº 68, chegando a Cafayate, a cidade mais jovem do Vale Calchaquíes, reconhecida a nível internacional pelas cepas dos seus vinhos, em particular o Torrontés, que poderá ser degustado nas visitas às suas adegas, sejam artesanais ou do tipo industrial. Regresso a Salta pela mesma estrada, mas com uma luz solar completamente distinta, cuja iluminação modificará a paisagem na “quebrada” por completo.
     
    5º dia – SALTA / SAN ANTONIO de los COBRES / SALTA (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Percurso paralelo às vias férreas do famoso “Tren de las Nubes”, pela “Quebrada del Toro” onde a paisagem é uma transição entre vegetação espessa e a aparição dos primeiros cardones (tipo de cacto) ; ao mesmo tempo, vão-se notando o desenhar do “Tren de las Nubes”, como o Viaducto do Touro, os zig-zag do Alisal e o Chorrillo, conhecendo lugares como o Candado, o Gólgota, Alfarcito, entre outros. Visita à cidade pre-inca de Santa Rosa de Tastil, uma das cidades mais importantes, em cujas ruínas se distinguem perfeitamente vivendas e ruas. Continuação pela fazenda “La Encrucijada”, para iniciar a subida do Muñano, onde em Abra Blanca se chega atá aos 4080 metros de altura. Chegada a Santo Antonio dos Cobres, e visita ao famoso Viaducto da Polvorilla de 63 metros de altura.
     
    6º dia – SALTA / LA QUIACA (Argentina) / VILLAZON (Bolivia) / TUPIZA (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Transfer privado (sem visitas) para La Quiaca, na fronteira com a Bolivía, passando por Jujuy e Humahuaca. Trâmites de fronteira e encontro na Ponte Internacional, assistência e transfer para Tupiza. Chegada e alojamento no hotel. Estadia em regime de alojamento e pequeno-almoço.
    A cidade de Villazón é a fronteira mais utilizada pelos turistas que viajam desde a Argentina para a Bolivia ou vice-versa. Desde La Quiaca, passando por uma ponte acede-se à cidade boliviana de Villazón. É uma localidade relativamente tranquila, salvo pelo movimento que se origina na fronteira. Nas suas ruas, existem numerosas lojas e casas de câmbio de moeda.
     
    7º dia – TUPIZA / UYUNI (P, A, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Partida para Uyuni, visitando a Porta do Diabo, Vale de machos, onde o cenário é surreal e de tirar o fôlego; Pedras altas, de pé como as gigantescas barbatanas do tubarão vermelho, cactos e muitos pilares de rocha fálica e ainda passagem pelo “cañón del Inca”. Almoço incluído. Continuação para “La Poronga”, gigantesca formação rochosa (o nome deve-se ao facto de esta ter a aparência do membro genital masculino), seguindo-se um lugar chamado Waca Wañusca. Breve história dos lendários Butch Cassidy; no dia 4 de novembro de 1908, três homens estavam a ir da pequena aldeia de Salo para Quechisla, lavando consigo os pagamentos da empresa de mineração, muito dinheiro! No sopé de uma cordilheira, subitamente dois "ladrões" saíram da sombra. Foi um assalto. Os ladrões eram o infame Butch Cassidy e o Sundance Kid. O roubo foi de 15.000 bolivianos, cerca de US $ 90.000! As aventuras dos pistoleiros norte-americanos foram mais tarde imortalizadas no filme The Wild Bunch, com Paul Newman e Robert Redford… Continuação da viagem, passando pelo Mirador da montanha Chorolque, pelo condor petrificado (rocha com o formato de um condor) entre outras atrações. Chegada a Uyuni. Estadia no hotel em regime de alojamento e pequeno-almoço.
     
    8º dia – UYUNI / TAHUA (P, A, J)
    Pequeno-almoço no hotel. Visita ao cemitério de comboios, que é um daqueles cenários fantásticos no meio do nada, cheios de histórias e mistérios. A imagem das velhas locomotivas abandonadas e enferrujadas, queimando sob o sol escaldante, faz do Cemitério de comboios de Uyuni uma das principais atrações da região, e há quem diga que o mesmo é o cemitério da categoria mais fantástico já visto. Continuação para Colchani, localidade situada junto ao Salar, que se dedica à extração e processamento de sal. Visita à fábrica de processamento de sal
    (artesanal). Chegada e entrada no maior Salar do mundo.
    O  Salar de Uyuni é considerado como um dos maiores desertos brancos do mundo, com uma superfície de 12.000 km2 , situado a 3650 acima do nível do mar, é uma planície de singular beleza pelo seu  impressionante espelho de sal que se formou pela evaporação de antigos mares, e é composto por aproximadamente 11 capas de sal cuja espessura varia entre 2 e 10 metros; estima-se que a quantidade de sal que existe no salar seja de 64 mil milhões de toneladas , adicionalmente o salar é uma das maiores reservas de lítio do mundo. O salar é ideal para aquelas pessoas que gostam de fotografia, de tranquilidade, lugar onde se podem encontrar consigo mesmo e poder disfrutar de um mundo sem paralelo.
    Chegada ao Hotel de Sal, a única infraestrutura dentro do salar; este hotel há uns anos atrás albergava muitos turistas, mas devido à contaminação, hoje em dia é um museu. Almoço incluído. De tarde, visita à ilha de Incahuasi, povoada por numerosos cactos gigantes, alguns com 10 metros de altura, Desde a parte alta da ilha, poderemos contemplar uma maravilhosa paisagem do salar. Chegada a Tahua. Alojamento no hotel em regime de jantar e pequeno-almoço.
     
    9º dia – TAHUA / OJO de PERDIZ (P, A, J)
    Pequeno-almoço no hotel. Partida para o Salar de Chiguana. Bem menos conhecido que o Salar de Uyuni, o Salar de Chiguana fica bem próximo da fronteira do Chile, a uma altura de 3.650 metros do nível do mar. A sua área é de 415 km2, e encontra-se numa depressão alimentada por pequenos desfiladeiros onde são filtradas as águas que escorrem da Cordilheira dos Andes e do Salar de Uyuni. A quantidade de sal aqui é bem menor, então o salar fica meio misturado com a terra marrom e não dá aquele efeito de um tapete branquinho e infinito. De qualquer maneira, a paisagem é bastante interessante. Continuação para o Vulcão Ollagüe, destacando-se na paisagem, já que ultrapassa os 5.800 metros de altitude em relação ao nível do mar. Embora não entre em erupção há vários anos, é considerado um vulcão activo e é possível observar a saída de enxofre, em cor amarela, e vapor de água, branco. A cratera possui 1250 metros de diâmetro. Almoço incluído. De tarde, visita das lagoas altiplanicas: (Lagoa Honda,  Hedionda e Cañapa), lagoas ideais para tirar fotografias aos flamingos. A lagoa Honda, a cerca de 4.150 metros de altitude do nível do mar, tem a água bem clarinha, dessas que colocam as pessoas em uma eterna discussão se é azul ou verde. A lagoa Hedionda, não é porque a lagoa seja horripilante ou algo do tipo. Hedionda seria uma referência ao cheiro das águas, não muito agradável devido à quantidade de enxofre. Chegada a Ojo de Perdiz. Alojamento no hotel em regime de jantar e pequeno-almoço.
     
    10º dia – OJO de PERDIZ / HITO CAJON (fronteira Bolivia-Chile) / SÃO PEDRO de ATACAMA (Chile) (P, A, -)
    Pequeno-almoço no hotel. Visita da Reserva Eduardo Avaroa. Fundada em 1973 com uma superfície de mais de 714.000 hectares e com uma altitude que varia entre 4.000 a 6.000 msnm, esta reserva foi criada com o propósito de proteger a vida silvestre que habita no Altiplano Boliviano; aqui a paisagem mostra vulcões, montanhas, desertos, lagoas salgadas e coloridas. Na reserva, habitam animais como vicunhas, Lamas, suris o ñandú andino, três espécies de flamingos, raposas, vizcachas, gatos andinos e outras. Visita ainda à árvore de pedra que é formada por causa das erosões eólicas, que se localiza dentro do deserto de Siloli, visita da “Laguna Colorada”, com as suas águas vermelhas brilhante devido aos pigmentos das algas microscópicas (Dunaliella salina). Acolhe 3 espécies de flamingos: Chileno, Andino e flamingo de james. Seguem-se os Geiser, onde se produz actividade volcânica, e onde se observam fumarolas que desprendem gases de enxofre. Almoço incluído. De tarde, partida para a fronteira de Hito Cajon, passando pelo deserto de Dalí, antigamente conhecido com o nome de Pampa Jara, posteriormente mudado para Deserto de Dalí, pela sua paisagem colorida que se assemelha ao estilo suas obras do pintor Salvador Dalí; segue-se a Lagoa Verde, localizada aos pés do Vulcão Licancabur com uma superfície de 17 km2, impressionando pela sua cor verde Esmeralda. Chegada à Fronteira de Hito Cájon, trâmites fronteiriços e continuação para São Pedro de Atacama.
     
    11º dia – SAN PEDRO de ATACAMA / GEYSERS del TATIO / VALE da LUA (P, -, -)
    Antes do amanhecer - por volta das 4h00 da manhã -, saída para visitar os Geysers do Tatio e exploração do campo geotérmico, localizado a 4300 metros de altura, na cordilheira andina. Os fumos de vapor, que alcançam os 50 metros de altura, misturam-se com a imponente beleza dos Andes. Pequeno-almoço servido nos geysers. Ao regressar, a natureza oferece uma paisagem comovedora de montanhas e vulcões sobre os 5500 metros, como também uma importante avifauna nos pequenos rios que seguem seu caminho até desembocar no Grande Salar de Atacama. Regresso a San Pedro de Atacama por volta do meio dia. Da parte da tarde, um dos momentos mais esperados: o pôr-do-sol, naquele que é considerado o melhor lugar para o apreciar, a Cordilheira do Sal, com o seu Vale da Morte e Vale da Lua, que são conformações salinas e argilosas, produto dos desprendimentos mineralógicos ocorridos há milhões de anos e que originaram pequenas montanhas com formas caprichosas e esculturais, que ao pôr-do-sol se assemelham a uma paisagem lunar. Regresso a San Pedro.

    12º dia – S. PEDRO de ATACAMA / LAGOAS ALTIPLÂNICAS / S. PEDRO de ATACAMA (P, A, -)
    Pequeno almoço no hotel. Dia destinado a conhecer o altiplano, visitando o Salar de Atacama, as lagoas altiplânicas de Miscanti – Meñique, que pertencem à Reserva Nacional dos Flamingos, onde a variada avifauna faz parte de uma paisagem cheia de contrastes de cores e formas. Também visitarão os povoados de Socaire e Toconao. Almoço incluído em restaurante local. Regresso a San Pedro.
     
    13º dia – S. PEDRO de ATACAMA / CALAMA  SANTIAGO do CHILE (P, -, -)
    Pequeno almoço no hotel.  Transfer REGULAR para o aeroporto. Embarque para Santiago do Chile. Chegada e transfer REGULAR para o hotel. Estadia em regime de alojamento e pequeno almoço.
     
    14º dia – SANTIAGO do CHILE (visita da cidade) (P, -, -)
    Pequeno-almoço no hotel. VISITA da CIDADE em serviço PRIVADO. Visita panorâmica pelos principais atrativos da cidade, onde poderemos apreciar o contraste da sua rica história e suas modernas e imponentes construções. O Palácio de La Moneda, a Plaza de Armas, o Cerro Santa Lucía, o Parque Metropolitano e os exclusivos bairros residenciais de Vitacura e Las Condes, formam parte deste inesquecível passeio. Alojamento.

    15º dia – SANTIAGO do CHILE  PORTUGAL (P, -, -)  
    Pequeno almoço no hotel. Transfer REGULAR para o aeroporto. Embarque para Portugal, com mudança de avião em rota.

    16º dia – Chegada a PORTUGAL
     
    Nota muito importante: A ordem do circuito poderá ser alterada de acordo com as disponibilidades dos voos, mantendo no entanto todos os locais de visita. No deserto do Atacama, o dia/ordem das visitas será definido localmente.
     
    Legenda (P, A, J)
    P = Pequeno-almoço   A = Almoço   J = Jantar

     
    Fim dos nossos serviços.


     

    Datas, Preços, Suplementos

    DATAS de PARTIDA: Diárias

    Preço por pessoa segundo ocupação no quarto (mínimo 2 participantes):
     
    HOTÉIS PREVISTOS ou SIMILARES (classificação local):
    BUENOS AIRES – Hotel Kenton Palace **** - quarto standard 
    SALTA – Hotel Del Vino Boutique **** - quarto superior  
    TUPIZA – Hotel Mitru *** - quarto standard   
    COLCHANI – Hotel Luna Salada *** - quarto standard 
    SAN PEDRO de QUEMES – Hotel Tayka de Piedra *** - quarto standard
    DESERTO de SILOSI – Hotel Tayka del Desierto Ojo de Perdiz *** - quarto standard
    SAN PEDRO de ATACAMA – Hotel Altiplânico *** - qto sd (1 km do centro)
    SANTIAGO do CHILE – Hotel Crowne Plaza ***** - quarto standard 
     
    Nota muito importante: Os hotéis na Bolivia, apresentam uma infraestrutura básica.
     
    PERÍODO 4 pessoas
    (02 Duplos)
    TRIPLO* DUPLO SINGLE
    01/04/19 a 30/11/19 2 020,00 € 2 885,00 € 3 150,00 € 4 210,00 €
    01/12/19 a 31/03/20 não opera
    01/04/20 a 30/11/20  2 020,00 € 2 885,00 € 3 150,00 € 4 210,00 €


    Nota *: Os quartos triplos, são compostos por 1 ou 2 camas, mais 1 cama extra. As condições de conforto são menores do que as dos quartos duplos. A reserva de um quarto triplo, implica a aceitação deste facto.
     
    Nota: Este programa não opera durante os meses de Dezembro a Março por causa dos alagamentos no Salar de Uyuni.
     
    Nota muito importante: Este programa foi calculado com base numa tarifa aérea acordada com a companhia aérea Latam. A classe de reserva que serve de base ao programa é:
    - Classe Q para os voos Intercontinentais. Caso não haja disponibilidade de lugares nessa classe, ofereceremos uma alternativa ou no escalão tarifário seguinte, ou noutra companhia aérea, mediante um suplemento a informar (ver quadro em baixo para os voos Intercontinentais); e
    - Nos voos internos na Argentina e Chile, poderá haver suplementos de acordo com a disponibilidade dos voos e respectiva classe de reserva.
    - Todas as classes de reserva mencionadas, são em classe económica.
     
    SUPLEMENTO de TARIFA AÉREA com a LATAM (Partidas de Lisboa):
     
    Período: Classe Q Classe N Classe S Classe X
    11/08/19 a 30/11/19 Sem supl. 90,00 € 185,00 € 215,00 €
    a partir de 01/12/19 consultar
     
     
    SUPLEMENTO de TARIFA AÉREA com a IBERIA (Partidas de Lisboa e Porto):
     
    Período: Classe O/N Classe Q/S Classe N/V Classe S/L
    01/08/19 a 21/09/19 38,00 € 98,00 € 158,00 € 228,00 €
    22/09/19 a 15/10/19 306,50 € 399,00 € 481,50 € 581,00 €
    16/10/19 a 30/11/19 38,00 € 98,00 € 158,00 € 228,00 €
    a partir de 01/12/19 consultar
     
     
    Taxas de aviação (incluindo a taxa Q de combustível da companhia aérea LAN) = 630,00 € (valor a reconfirmar na data de emissão dos bilhetes)
     
    Preço final por pessoa = Preço do quadro de acordo com a opção escolhida + Suplemento de Tarifa Aérea (se existir) + Taxas de Aviação (a reconfirmar na altura da emissão dos Bilhetes)
     
    Excursão nº Excursões OPCIONAIS (preço por pessoa) Preço
      Visita de Buenos Aires em PRIVADO (suplemento) 45,00 €
    1 Jantar e show tango El Querandi - Buenos Aires 60,00 €
     

    Excursões (nota muito importante)= As excursões têm que ser reservadas no momento em que é efectuada a reserva do programa.

    Outras Informações

    BAGAGEM:
    Nos voos internos na Argentina, o peso da bagagem transportada gratuitamente é de:
    a) Bagagem despachada (porão) = 15 Kg por pessoa nos voos da Aerolineas ou 23 Kg por pessoa nos voos LATAM
    b) Bagagem de cabine (mão) = 8 Kg por pessoa nos voos da Aerolineas e LATAM

    O que está incluído no programa:
    - Passagens aéreas mencionadas, em classe económica
    - Transferes privado ou regular (em conjunto com outras pessoas) de acordo com o mencionado no programa.
    - Visitas regulares (em conjunto com outras pessoas) na Argentina e no Chile com guia de idioma Castelhano (Espanhol)
    - Circuito em privado em jeep 4x4 na Bolivia com motorista/guia de idioma Castelhano (Espanhol)
    - 5 almoços e 2 jantares (nota: os almoços na Bolivia são confecionados por cozinheira que acompanha o circuito)
    - Estadias nos hotéis de acordo com a categoria escolhida, em regime de alojamento e pequeno almoço, salvo alguma excepção mencionada
    - Seguro de viagem

    O que não está incluído no programa:
    - Taxas de aviação (aeroporto, segurança, combustível - a informar depois de cálculo)
    - Outras actividades de carácter pessoal.

    Seguro de viagem:
    - Todas as viagens organizadas pela 4x4 Viagens, estão cobertas por um seguro de viagem.
    - Existem três tipos de seguro, o Multiviagens (incluído no preço), o VIP viagens e o seguro All In.
    - As condições gerais de cada seguro poderão ser consultadas no nosso site.

    Passaporte, Vistos e Vacinas:
    - Passaporte com validade mínima de 6 meses.
    - Não são necessários vistos
    - Não são obrigatórias vacinas.

    Condições especiais de cancelamento:
    Consultar as condições gerais e FIN (Ficha Informativa Normalizada)
    (ver na página principal do site)
    Partilha esta viagem

    Caso necessite de mais informações, preencha o seguinte formulário

    A sua mensagem será encaminhada para os responsáveis e processada com a maior das brevidades. Obrigado
    ERRO
    Enviar